pten
  • 8
  • 11
  • 20
  • 15
  • 2
  • 9
  • 13
  • 10
  • 14
  • 5
  • 12
  • 3
  • 11
  • 14
  • 4
  • 7
  • 1
  • 13
  • 6
  • 12

Em Rede  Ligações  Grupos de trabalho     

emRede - folha informativa

Redes Rurais EU 

Rede ENRD

 

EIP-AGRI

   

 

 WhatHorizon2020

 

 

Portugal 2020

PDR 2020

Prorural

Proderam2020

 gpp

IFAP

 Em destaque

Terra Futura - Agenda de Inovação para a Agricultura 20 | 30

11-09-2020

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, apresentou hoje, na Agroglobal, a Terra Futura - Agenda de Inovação para a Agricultura 20 | 30, a qual pretende nortear a estratégia e as ...

Ler mais

Comissão Europeia lança consulta pública sobre visão a longo prazo para as zonas rurais

08-09-2020

A Comissão Europeia lança hoje uma consulta pública sobre a sua nova iniciativa: uma visão a longo prazo para as zonas rurais. O objetivo desta consulta é recolher pontos de vista ...

Ler mais

Disponível nova edição da revista "emRede" sobre Inovação Territorial em Espaços Rurais

30-06-2020

Já se encontra disponível em formato digital o nº 10 da revista "emRede" com o tema da "Inovação Territorial em Espaços Rurais". Nesta publicação editada pela Rede Rural Nacional um ...

Ler mais

Conheça os vencedores do Rural Inspirational Awards 2020

26-06-2020

Os vencedores do Rural Inspiration Awards 2020, concurso promovido pela Rede Europeia de Desenvolvimento Rural (ENRD), foram anunciados por Janusz Wojciechowski, Comissário Europeu para a Agricultura, na noite de 25 ...

Ler mais

Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2020 - candidaturas abertas!

15-06-2020

Estão abertas, até dia 11 de setembro, as candidaturas à 7ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2020, desta vez com o mote “o futuro nasce da sustentabilidade” ...

Ler mais

Registe o seu Mercado Local na plataforma Alimente quem o Alimenta

04-06-2020

A plataforma digital Alimente quem o Alimenta criou uma nova área de registo de Mercados Locais, onde as entidades responsáveis por estes espaços podem efetuar a respetiva inscrição, através do ...

Ler mais

Comissão Europeia publica Estratégia de Biodiversidade para 2030 e estratégia "Farm to Fork"

20-05-2020

Na sequência da nova e abrangente estratégia de biodiversidade, como parte do Pacto Ecológico Europeu (Green Deal), apresentado pela Comissão Europeia em finais de 2019, foram hoje publicados os dois documentos ...

Ler mais

Plataforma “Alimente quem o Alimenta” dinamiza comércio de proximidade

11-05-2020

Entre em www.alimentequemoalimenta.pt e fique a conhecer a nova plataforma digital que adota o mote da campanha "Alimente quem o Alimenta", do Ministério da Agricultura, para ajudar e apoiar os produtores ...

Ler mais

Lançamento do portal “Alimente quem o Alimenta”

16-04-2020

Foi hoje lançado o novo portal alimentequemoalimenta.pt, uma plataforma online de promoção e divulgação de circuitos curtos alimentares, que visa aproximar produtores e consumidores e fomentar o consumo de produtos locais ...

Ler mais

Circuitos curtos alimentares em foco na revista "emRede" nº3

09-04-2020

Num momento em que o apelo recai sobre a importância do consumo de produtos nacionais, de origem local, comercializados através de circuitos de proximidade, recordamos a edição nº 3, publicada ...

Ler mais

Dia Mundial da Segurança dos Alimentos comemora-se a 7 de junho

saladA OMS — Organização Mundial de Saúde e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) celebram no dia 7 de Junho o Dia Mundial da Segurança dos Alimentos, assinalando a importância da segurança dos alimentos e recordando a necessidade de que todos tenham acesso equitativo a alimentos seguros, nutritivos e em quantidade suficiente.

Sob o tema “A Segurança dos alimentos depende de todos!” a DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária produziu alguns materiais que disponibiliza para divulgação.

E um deles é da autoria do próprio director-geral da DGAV, Fernando Bernardo, intitulado “Um dia Mundial para sublinhar a importância da “Segurança dos Alimentos””, que o agriculturaemar.com transcreve:

“O ano de 2020 será o segundo em que seremos convocados para celebrar “o dia Mundial da Segurança dos Alimentos”, instituído pela Organização das Nações Unidas no final de 2018. Entre os organismos da ONU, a FAO (Organização para a Alimentação e a Agricultura) é o motor de promoção das iniciativas que servem para assinalar este dia evocativo de um assunto que é vital para todos os habitantes do Planeta – a salubridade dos alimentos.

O direito de aceder a alimentos seguros é uma das maiores conquistas da Civilização, mas infelizmente ainda não pode ser exercido por todos os cidadãos do Mundo, especialmente nas zonas do globo em vias de desenvolvimento. O acesso a cuidados primários de saúde, ao saneamento básico, ao abastecimento com água potável, a um regime alimentar equilibrado e nutritivo, são conquistas relativamente recentes da História da Humanidade. Por serem conquistas que se alcançaram apenas durante o último século, ainda não se generalizaram a todos os povos e a todas as sociedades do Planeta.

Essa é razão pela qual a OMS e a FAO sentiram necessidade de criar um dia que nos lembre a importância da segurança dos alimentos: para que o assunto possa ser lembrado e sublinhado e que todos os habitantes do Planeta possam finalmente ter acesso, equitativamente, a alimentos seguros, nutritivos e em quantidade suficiente.

Não é fácil entender, nem é consensual o conceito de “segurança dos alimentos”, porque os géneros alimentícios têm sempre na sua composição intrínseca alguns perigos para a saúde. O que permite classificá-los como seguros, é o facto de esses perigos se encontrarem dentro de limites admissíveis, acima dos quais, o risco associado ao alimento não é razoável para a sobrevivência humana.

Muitos desses perigos são naturais (substâncias indesejáveis e biotoxinas), outros são introduzidos a partir do meio ambiente (contaminantes) e muito outros são resíduos ou contaminações devidas à manipulação ou originados nas plantas ou nos animais de que são obtidos (biológicos). Actualmente estão contabilizados mais de 6 mil perigos que podem ser veiculados pelos alimentos. Contudo nos alimentos aqueles perigos têm de ser devidamente controlados para que o seu teor seja sempre muito inferior ao que pode causar doença nos utilizadores. Só essas condições permitem considerar um alimento sanitariamente seguro. O controlo dos níveis dos diferentes perigos que existem nos alimentos constitui uma responsabilidade social partilhada: aos operadores das cadeias alimentares cabe a responsabilidade de garantir que os géneros alimentícios que produzem, transformam ou distribuem são sanitariamente seguros; às autoridades sanitárias cabe a avaliação e a gestão dos riscos sanitários, instituindo procedimentos e controlos sobre as actividades dos operadores para verificar se eles cumprem com as suas obrigações em matéria de controlo sanitário.

O peso que os alimentos têm no desenvolvimento humano, na manutenção da vida, constitui um referencial crítico e absoluto. Os alimentos que não são seguros não são alimentos, porque eles servem para manter e desenvolver a vida e não para a ameaçar.

Evocar e assinalar durante um dia por ano uma ideia que remete para um “bem público global”- os alimentos – parece desproporcionado, porque todos os dias nos alimentamos e por isso todos os dias são dias mundiais da “segurança dos alimentos”.

A responsabilidade de contribuirmos para que um dia todos os cidadãos do nosso planeta possam aceder a alimentos seguros é um peso que nos obriga a reflectir, convocando os valores mais elementares e os referenciais mais justos e nobres que podem conduzir a Humanidade pelo percurso da dignidade.

Fernando Bernardo”

Pode ver também os contributos de:

Veja também:

Brochura “A Segurança dos Alimentos depende de todos”

Cartaz Dia Mundial da Segurança dos Alimentos

 

Fonte: Agricultura e Mar

Plataforma

Alimente quem o Alimenta 

veg by freepik from flaticon

 

Website 

Inovação na Agricultura

   

 

Opinião num minuto

 

BolsaNacionalTerras

Guia de apoio à criação de microempresas

 

guiaapoioExpAg

      

 SAAF

 

  Parceria Portuguesa para o Solo 

 

produtos tradicionais

 

 

Pordata