pten
  • 9
  • 13
  • 3
  • 15
  • 6
  • 20
  • 12
  • 10
  • 7
  • 1
  • 2
  • 11
  • 5
  • 4
  • 14
  • 8
  • 12
  • 13
  • 14
  • 11

Em Rede  Ligações  Grupos de trabalho     

emRede - folha informativa

Redes Rurais EU 

Rede ENRD

 

EIP-AGRI

IFAP

 

 

Portugal 2020

PDR 2020

Prorural

Proderam2020

 Finland’s Presidency of the Council of the European Union

 WhatHorizon2020

 

gpp

CCA na Bélgica

CCA na Bélgica

Na Bélgica, não existe uma definição oficial de CCA. No entanto, é comumente aceite a formulação apresentada pela Direction Générale Agriculture, Ressources Naturelles et Environnement da Wallonie de que se trata de um modo de comercialização dos produtos agrícolas e agroalimentares em que intervém no máximo um intermediário entre o produtor e o consumidor.

Embora os CCA continuem a ter um peso pouco expressivo na comercialização dos produtos agroalimentares, registaram nos últimos anos um grande dinamismo, sendo atualmente objeto da intervenção das políticas públicas.

Estima-se que apenas 7,43% das explorações belgas estejam envolvidas nos circuitos curtos. Os mercados públicos, a venda na exploração e o comércio de proximidade são as modalidades de escoamento mais utilizadas.

Iniciativas

Hartenboer – rede de produtores das províncias de Brabant Flamand e Limbourg (Flandres) que fornece cabazes diretamente ao consumidor, nomeadamente aos grupos de compras Voedselteams;

Topino – plataforma de venda em linha de produtos locais, criada, em 2008, pela cooperativa “Feed the Future”. A plataforma facilita o contacto entre produtores e consumidores na região de Bruxelas.

Coprosain – cooperativa histórica de pequenos agricultores familiares da província de Hainaut (Valónia), com atividade na transformação e comercialização dos seus produtos. Organiza os pontos de venda coletivos “Comptoirs Fermiers”.

AGRIBIO – cooperativa de produtores de cereais bio da província de Namur (Valónia) que comercializa em CC os produtos transformados à base de cereais.

Epi’Vert – cooperativa de agricultores da província de Namur que comercializa os produtos dos cooperantes num ponto de venda coletivo e através da loja on-line com entrega ao domicílio.

AgricoVert – cooperativa criada pela associação Crabe, agrupa produtores biológicos da província de Barbant (Valónia). Concentra-se nas atividades de transformação e comercialização dos produtos em CCA.

Les Paniers Verts – cooperativa constituída por agricultores da província de Liège (Valónia) para venda direta de cabazes de produtos biológicos.

PointFerme – cooperativa criada com o apoio do GAL Pays des Condruses. Agrupa produtores da região de Liège para venda direta de cabazes, entregues nos “Points Fermes”.

Grosses Légumes – rede promovida pela associação “Solidairement”, na província do Luxemburgo (Valónia), com o propósito de promover a produção/consumo de produtos locais de qualidade.

Para além deste tipo de iniciativas, proliferam projetos empresariais de comercialização de produtos locais, que se propõem fazer a ligação entre consumidores e produtores: The Peas; D’ici; Efarmz; BioSain, etc.

Grupos de Compras.

Intervenção do Movimento Associativo.

Políticas Públicas.