pten
  • 14
  • 11
  • 2
  • 1
  • 13
  • 7
  • 4
  • 3
  • 6
  • 11
  • 8
  • 15
  • 9
  • 14
  • 5
  • 12
  • 12
  • 10
  • 13

emRede - folha informativa

Opinião num minuto

 

BolsaNacionalTerras

Guia de apoio à criação de microempresas

 

guiaapoioExpAg

      

 SAAF

 

  Parceria Portuguesa para o Solo 

 

produtos tradicionais

 

 

Pordata

 

FI-PEI nº 33 MAIO 2018 - ATIVIDADES EM REDE

ROTEIRO TEMÁTICO SOBRE "PLANEAMENTO E ORDENAMENTO FLORESTAL"

AR 1

A Rede Rural Nacional, com o objetivo de testar uma metodologia de Roteiros Temáticos, realizou no passado mês de Abril, um roteiro piloto dedicado ao tema "Planeamento e ordenamento florestal"

Como mais-valias proporcionadas pela iniciativa, salienta-se a informação prática dirigida a um grupo de cerca de trinta produtores florestais do concelho de Vouzela, afetados pelos recentes incêndios, sobre formas associativas e emparcelamento, bem como técnicas de mitigação dos danos sofridos nos solos ardidos devido à erosão.

Consulte a nota síntese

 REDES TEMÁTICAS

 AR 2

AGROnet ALENTEJO: AGRICULTURAL RESEARCH AND EXTENSION NETWORK

Trata-se de uma rede de cooperação e pesquisa e tecnológica para a experimentação agrícola no Alentejo (Despacho n.º 2515/2017), coordenada pelo Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM) da Universidade de Évora e pelo Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I. P. (INIAV, I. P.).

O seu principal objetivo é melhorar a sustentabilidade (económica, ambiental, social e institucional) da região Alentejo, para o que é necessário inventariar os recursos existentes, identificar lacunas e oportunidades de desenvolvimento científico e tecnológico.o

Saber mais.

 AR3.1

Riev2 – REDE DE INVESTIGAÇÃO E EXPERIMENTAÇÃO DA VINHA E DO VINHO DO DOURO

A Riev 2 é uma rede de cooperação científica e tecnológica direcionada para a investigação e experimentação da vinha e do vinho do Douro, criada pelo Despacho 2514/2017.

Integram a Riev 2 a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I. P. (INIAV, I. P.), o Turismo de Portugal, I. P. (TP, I. P.), o Regia-Douro Parque, e o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto.

ERA-NETs

at 4

ICT-AGRI 2

O objetivo geral é fortalecer a pesquisa europeia no âmbito da agricultura de precisão e desenvolver um quadro de referência comum de investigação sobre TIC e robótica na agricultura. Pretende reunir recursos humanos e financeiros dispersos a fim de melhorar tanto a eficiência quanto a eficácia dos trabalhos de investigação em curso na Europa.

Saber mais.

 logo JPI HDHL opt

JPI HDHL (Joint Programming Iniciative)

As políticas e pesquisas na área da saúde pública europeia estão focadas no envelhecimento saudável, ao nívelda esperança de vida, da prevenção e adiamento de doenças relacionadas com a alimentação. Esta rede cobre os seguintes campos de investigação: Biotecnologia, Alimentação, Agricultura e Pescas, Saúde, Ciências Sócio-económicas e Humanidades. Ver newsletter.

Saber mais.

CENTROS DE COMPETÊNCIAS

at 5

Centro de Competências do Milho e Sorgo (CCMS) - 26/09/2017

Foi celebrado um Protocolo entre a Associação Portuguesa de Produtores de Milho e Sorgo (AMPROMIS), o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV, IP) e a Câmara Municipal de Coruche, sendo constituído o INOVMILHO – Centro Nacional de Competências das culturas do Milho e Sorgo, cuja missão é promover a sustentabilidade e a competitividade das fileiras do milho e sorgo, nas vertentes socioeconómica, formativa, técnica e ambiental.

Protocolo de Constituição

protocolo ccm

Centro de Competências da Caprinicultura (CCC) - 23/06/2017

O CCC, sediado em V. N. Poiares, é um fórum de partilha de conhecimentos, capacidades e atribuições, que congrega os agentes económicos envolvidos na fileira com a investigação, divulgação e transferência de conhecimentos, e as entidades da Administração Pública inerentes à temática. 

Protocolo de Constituição.

incio voltar