facebook_cover_out22.JPG
abelhas.jpg
abobora.jpg
cabras.jpg
figoindia.jpg
pinheiro.png
porco.jpg
mirtilo.jpg
serpentinas.jpg
montado.jpg
previous arrow
next arrow

emRede - folha informativa

 

alimente imagemsite


SAAF.png

 

sir logo4

 

Parceria Portuguesa para o Solo

BolsaNacionalTerras

 

produtos tradicionais 

 

Pordata

 

 

 Em destaque

Publicação do Despacho n.º 7821/2024 - Grupo de trabalho para elaborar uma nova estratégia nacional para a gestão da água designada «Água que Une»

16-07-2024

O Governo português anunciou a criação do Grupo de Trabalho “Água que Une”, com o objetivo de desenvolver uma estratégia de planeamento da água que promova a sustentabilidade dos recursos hídricos, garantindo o abastecimento de água e a viabilidade dos setores económicos.

Ler mais

Publicação do Despacho n.º 6739/2024 - Delegação de competências do Ministro da Agricultura e Pescas

25-06-2024

O Ministro da Agricultura e Pescas, José Manuel Ferreira Fernandes, através do Despacho n.º 6739/2024, delegou competências no Secretário de Estado da Agricultura, na Secretária de Estado das Pescas e no Secretário de Estado das Florestas.

Ler mais

2023 destaca-se como o melhor ano para a participação portuguesa no Cluster 6 do Horizonte Europa

04-06-2024

O ano de 2023 destaca-se como o melhor ano para a participação portuguesa no Cluster 6 do Horizonte Europa, alcançando o maior número de projetos aprovados (80) e, sobretudo, o maior número de coordenações (9) e o maior montante de financiamento captado (51 milhões de euros), refletindo uma taxa de retorno financeiro superior a 3,5%.

Ler mais

Conselho Europeu dá luz verde a uma revisão específica da PAC

13-05-2024

O Conselho adotou hoje formalmente uma revisão específica de determinados atos de base da política agrícola comum (PAC). A revisão incide sobre determinados elementos do regulamento relativo aos planos estratégicos da PAC e do regulamento relativo ao financiamento, à gestão e ao acompanhamento da política agrícola comum (o "Regulamento Horizontal") e surge em resposta aos problemas encontrados durante o primeiro ano de aplicação da nova PAC. As regras atualizadas traduzem-se numa simplificação, na redução dos encargos administrativos e numa maior flexibilidade no cumprimento de determinadas ecocondicionalidades, assegurando simultaneamente um quadro previsível para os agricultores.Os agricultores poderão aplicar retroativamente algumas das novas regras ...

Ler mais

Prémios de Inovação EIP-AGRI 2024 para Grupos Operacionais: sete vencedores dos Países Baixos, Alemanha, Itália, Irlanda e Espanha

10-05-2024

No dia 7 de maio de 2024, realizou-se uma cerimónia de entrega de prémios no Estoril, Portugal, para anunciar os vencedores dos Prémios de Inovação EIP-AGRI 2024 para Grupos Operacionais. A cerimónia teve lugar durante a conferência da EU CAP Network “EIP-AGRI Grupos Operacionais: Inovação na prática”.

Ler mais

Comissão Europeia propõe revisão da Política Agrícola Comum para apoiar agricultores da UE - inquérito de 7 de março a 8 de abril

18-03-2024

A Comissão Europeia propôs uma revisão de certas disposições da Política Agrícola Comum (PAC), com o objetivo de simplificar e manter uma política forte, sustentável e competitiva para a agricultura e alimentação da UE. As propostas, relacionadas com a condicionalidade e os Planos Estratégicos da PAC, visam reduzir o fardo relacionado com os controlos para os agricultores da UE, proporcionando-lhes maior flexibilidade para cumprir certas condicionalidades ambientais. As administrações nacionais também beneficiarão de maior flexibilidade para aplicar certos padrões.

Ler mais

Publicada Portaria que define estrutura e funcionamento da Rede Nacional PAC

15-03-2024

A Portaria n.º 108/2024/1, que define a estrutura de governação e funcionamento da Rede Nacional da Política Agrícola Comum (RNPAC) no âmbito do Plano Estratégico da PAC (PEPAC), foi publicada hoje, 15 de março, em Diário da República. A Rede Nacional PAC vem dar seguimento ao trabalho da Rede Rural Nacional na partilha de informação, de experiência e de conhecimento no setor agrícola. A RN PAC tem coordenação técnica da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR), atua em todo o território nacional e integra os intervenientes no Sistema de Conhecimento e Inovação da Agricultura (AKIS).

Ler mais

Seis Grupos Operacionais portugueses nomeados para os Prémios de Inovação da PEI-AGRI

13-03-2024

Há seis projetos portugueses entre os 30 nomeados para os Prémios de Inovação da PEI-AGRI, cuja entrega está prevista para o dia 7 de maio, no Centro de Congressos do Estoril. O principal objetivo desta distinção é reconhecer e premiar os Grupos Operacionais da PEI-AGRI que desenvolveram práticas, soluções, produtos e processos inovadores.

Ler mais

Aprovada medida excecional de compensação pelo acréscimo de custos de produção da atividade agrícola e pecuária

28-02-2024

A portaria n.º 72/2024, de 28 de fevereiro, foi publicada hoje em Diário da República. O diploma estabelece as regras gerais de uma medida excecional e temporária de compensação, pelo acréscimo de custos de produção da atividade agrícola e pecuária, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 28-A/2023, de 3 de maio, e dos artigos 34.º e 35.º do Regulamento (UE) 2022/2472, da Comissão, que declara certas categorias de auxílios no setor agrícola e florestal e nas zonas rurais compatíveis com o mercado interno.

Ler mais

Publicados apoios para atenuar efeitos da seca e da inflação no setor agrícola

23-02-2024

Foi publicada hoje, em Diário da República, a Resolução do Conselho de Ministros n.º 28/2024, que institui apoios para atenuar os efeitos da seca e da inflação sobre o setor agrícola. O diploma aprova “a criação de instrumentos de caráter excecional que assegurem a compensação da perda de rendimentos dos agricultores decorrente da situação de seca no País” e também “cobertura por fundos nacionais de quebras de rendimento não cobertas por fundos europeus”.

Ler mais

Webinar “Sistemas Alimentares: Desafios à Sustentabilidade”

webinar 28.05.2024Sistemas Alimentares Sustentáveis referem-se a sistemas de produção, distribuição e consumo de alimentos que são socialmente justos, economicamente viáveis e ecologicamente saudáveis. Isso implica garantir que a produção de alimentos respeite os recursos naturais, promova a equidade social ao longo da cadeia de abastecimento alimentar e contribua para a saúde das pessoas e do planeta.

Estes sistemas são caracterizados por práticas agrícolas que minimizam o uso de recursos naturais, como água e solo, e reduzem os impactos ambientais, como a emissão de gases de efeito estufa. Além disso, enfatizam a importância da agricultura familiar, do comércio justo e da valorização dos produtos locais e sazonais. Neste Webinar, vamos conhecer dois projetos distintos mas que visam garantir a segurança alimentar, promover a saúde e o bem-estar das pessoas, proteger o meio ambiente e garantir a resiliência das comunidades rurais face aos desafios globais, como as mudanças climáticas e a escassez de recursos naturais.

Este será o 4º webinar da parceria do Projeto INCOMUN - INovação e COnhecimento no MUNdo rural - e decorre terça feira, dia 28 de maio, a partir das 9h30 neste link:

https://www.facebook.com/events/1186843062669548/

SOBRE AS ORADORAS:

Maria Teresa Martinho

Economista de formação, trabalhou 4 anos na CCDR Norte e 20 na CCDR Algarve, sempre na gestão de fundos comunitários, ao longo de vários programas operacionais. Desde 2021 trabalha na AMAL, também em programas comunitários, no âmbito dos quais se desenvolveu o projeto “Sistemas Alimentares Sustentáveis” - que visa promover a transição para um modelo mais sustentável de refeições escolares da Região, assente em dois grandes pilares: Reorganização das cadeias curtas de comercialização e estruturação do mercado institucional do alimento. Também na AMAL, acompanha outra candidatura no âmbito de um PRR – REVITALGARVE e que se desenvolve em torno dos sistemas territoriais locais, cadeias curtas, apoio à produção local. A AMAL- Comunidade Intermunicipal do Algarve, é formada pelos 16 Municípios do Algarve - Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, S. Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António.

Sara Rocha

Pós-graduada em Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo pela Universidade de Coimbra, licenciou-se em Serviço Social na FPCE-UC, onde trabalhou também em projetos de investigação ligados à saúde mental, pobreza e exclusão social e onde foi

adjunta de ensino. Foi bolseira de investigação da Universidade Nova de Lisboa no projeto CATALISE sobre inovação social e "alternativas" sustentáveis em Portugal. Longe dos computadores, trabalhou em explorações agrícolas e na restauração, integrou várias iniciativas associativas de base local e também a nível nacional, ligadas à arquitetura inclusiva, educação livre, promoção da soberania e sustentabilidade alimentar. Nos últimos anos tem trabalhado no terceiro setor como gestora de projetos, facilitadora de redes de organizações e advocacy officer. É membro da ACTUAR - Associação para a Cooperação e o Desenvolvimento é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, fundada em Coimbra, em 2007, na qual contribui para a promoção de sistemas alimentares mais sustentáveis e do direito humano à alimentação adequada e colabora em iniciativas locais de transição climática.

SOBRE O INCOMUN - INovação e COnhecimento no MUNdo rural

O Incomun é um projeto de cooperação que resulta no desenvolvimento de uma iniciativa piloto, que pretende efetuar uma análise exaustiva dos territórios e testar formas de transferência de conhecimento para os territórios rurais, atendendo, naturalmente, às suas especificidades.

A intervenção proposta assenta em quatro grandes eixos (Conhecer, Capacitar, Incorporar e Disseminar), aos quais se associa um conjunto de atividades, que permitem operacionalizar o principal desígnio: criar condições para que seja possível mobilizar os actores relevantes da comunidade científica e, através da mediação dos GAL, revitalizar e potenciar as comunidades e os territórios rurais através da introdução, produção e transferência de inovação e conhecimento.

Apesar da parceria ter uma localização geográfica diversa, os problemas e necessidades sentidas são comuns: os parceiros do projeto acreditam que a coesão territorial não deve ser analisada apenas tendo por base a dicotomia interior/litoral.

O Incomun é um projeto de cooperação desenvolvido por:

A2S – Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia

ADAE — Associação de Desenvolvimento da Alta Estremadura,

ADIBER — Associação de Desenvolvimento Integrado da Beira Serra

AdriMinho — Associação de Desenvolvimento Rural Integrado do Vale do Minho GAL Aveiro Norte e GAL Aveiro Sul

CoimbraMaisFuturo – Desenvolvimento Local

Esdime – Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste

Associação In Loco (na qualidade de entidade gestora do Grupo de Acção Local para o Interior do Algarve Central)

Conta com o apoio do PDR 2020 sendo cofinanciado ao abrigo da Medida 10.3.1 – Cooperação Interterritorial e Transnacional dos Grupos de Ação Local (GAL) do PDR2020.

Nota de Imprensa da Associação In Loco

PEPAC nacional peq

 

logotipo akis pequeno

Plataforma
AKIS Portugal

 

Website

Inovação na Agricultura

 

emRede newsletter icon

Newsletters

 

  Plano Nacional da Alimentação Equilibrada e Sustentável

 Projeto 

AproximaR - Produzir
e Consumir Localmente

aproximar site icone

 

 

Bolsa de Iniciativas PRR

Bolsa de Iniciativas PRR

  

Agenda de eventos

 

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
6
7
8
9
10
13
14
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

 

 

Redes Rurais EU   
   
Comissão Europeia

 

 

 
 
Portugal 2020
PDR 2020
Prorural
Proderam2020
Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral (GPP)
Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas,I.P - IFAP