facebook_cover_out22.JPG
abelhas.jpg
abobora.jpg
cabras.jpg
figoindia.jpg
pinheiro.png
porco.jpg
mirtilo.jpg
serpentinas.jpg
montado.jpg
previous arrow
next arrow

emRede - folha informativa

 

alimente imagemsite


SAAF.png

 

sir logo4

 

Parceria Portuguesa para o Solo

BolsaNacionalTerras

 

produtos tradicionais 

 

Pordata

 

 

 Em destaque

Site do PEPAC no Continente já está disponível

07-06-2024

O site do PEPAC (Plano Estratégico da Política Agrícola Comum) no Continente já está disponível no endereço pepacc.pt. Neste portal pode conhecer as oportunidades de financiamento que o PEPAC no Continente disponibiliza e saber mais sobre os Fundos Europeus Agrícolas no Continente.

Ler mais

2023 destaca-se como o melhor ano para a participação portuguesa no Cluster 6 do Horizonte Europa

04-06-2024

O ano de 2023 destaca-se como o melhor ano para a participação portuguesa no Cluster 6 do Horizonte Europa, alcançando o maior número de projetos aprovados (80) e, sobretudo, o maior número de coordenações (9) e o maior montante de financiamento captado (51 milhões de euros), refletindo uma taxa de retorno financeiro superior a 3,5%.

Ler mais

Conselho Europeu dá luz verde a uma revisão específica da PAC

13-05-2024

O Conselho adotou hoje formalmente uma revisão específica de determinados atos de base da política agrícola comum (PAC). A revisão incide sobre determinados elementos do regulamento relativo aos planos estratégicos da PAC e do regulamento relativo ao financiamento, à gestão e ao acompanhamento da política agrícola comum (o "Regulamento Horizontal") e surge em resposta aos problemas encontrados durante o primeiro ano de aplicação da nova PAC. As regras atualizadas traduzem-se numa simplificação, na redução dos encargos administrativos e numa maior flexibilidade no cumprimento de determinadas ecocondicionalidades, assegurando simultaneamente um quadro previsível para os agricultores.Os agricultores poderão aplicar retroativamente algumas das novas regras ...

Ler mais

Prémios de Inovação EIP-AGRI 2024 para Grupos Operacionais: sete vencedores dos Países Baixos, Alemanha, Itália, Irlanda e Espanha

10-05-2024

No dia 7 de maio de 2024, realizou-se uma cerimónia de entrega de prémios no Estoril, Portugal, para anunciar os vencedores dos Prémios de Inovação EIP-AGRI 2024 para Grupos Operacionais. A cerimónia teve lugar durante a conferência da EU CAP Network “EIP-AGRI Grupos Operacionais: Inovação na prática”.

Ler mais

Comissão Europeia propõe revisão da Política Agrícola Comum para apoiar agricultores da UE - inquérito de 7 de março a 8 de abril

18-03-2024

A Comissão Europeia propôs uma revisão de certas disposições da Política Agrícola Comum (PAC), com o objetivo de simplificar e manter uma política forte, sustentável e competitiva para a agricultura e alimentação da UE. As propostas, relacionadas com a condicionalidade e os Planos Estratégicos da PAC, visam reduzir o fardo relacionado com os controlos para os agricultores da UE, proporcionando-lhes maior flexibilidade para cumprir certas condicionalidades ambientais. As administrações nacionais também beneficiarão de maior flexibilidade para aplicar certos padrões.

Ler mais

Publicada Portaria que define estrutura e funcionamento da Rede Nacional PAC

15-03-2024

A Portaria n.º 108/2024/1, que define a estrutura de governação e funcionamento da Rede Nacional da Política Agrícola Comum (RNPAC) no âmbito do Plano Estratégico da PAC (PEPAC), foi publicada hoje, 15 de março, em Diário da República. A Rede Nacional PAC vem dar seguimento ao trabalho da Rede Rural Nacional na partilha de informação, de experiência e de conhecimento no setor agrícola. A RN PAC tem coordenação técnica da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR), atua em todo o território nacional e integra os intervenientes no Sistema de Conhecimento e Inovação da Agricultura (AKIS).

Ler mais

Seis Grupos Operacionais portugueses nomeados para os Prémios de Inovação da PEI-AGRI

13-03-2024

Há seis projetos portugueses entre os 30 nomeados para os Prémios de Inovação da PEI-AGRI, cuja entrega está prevista para o dia 7 de maio, no Centro de Congressos do Estoril. O principal objetivo desta distinção é reconhecer e premiar os Grupos Operacionais da PEI-AGRI que desenvolveram práticas, soluções, produtos e processos inovadores.

Ler mais

Aprovada medida excecional de compensação pelo acréscimo de custos de produção da atividade agrícola e pecuária

28-02-2024

A portaria n.º 72/2024, de 28 de fevereiro, foi publicada hoje em Diário da República. O diploma estabelece as regras gerais de uma medida excecional e temporária de compensação, pelo acréscimo de custos de produção da atividade agrícola e pecuária, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 28-A/2023, de 3 de maio, e dos artigos 34.º e 35.º do Regulamento (UE) 2022/2472, da Comissão, que declara certas categorias de auxílios no setor agrícola e florestal e nas zonas rurais compatíveis com o mercado interno.

Ler mais

Publicados apoios para atenuar efeitos da seca e da inflação no setor agrícola

23-02-2024

Foi publicada hoje, em Diário da República, a Resolução do Conselho de Ministros n.º 28/2024, que institui apoios para atenuar os efeitos da seca e da inflação sobre o setor agrícola. O diploma aprova “a criação de instrumentos de caráter excecional que assegurem a compensação da perda de rendimentos dos agricultores decorrente da situação de seca no País” e também “cobertura por fundos nacionais de quebras de rendimento não cobertas por fundos europeus”.

Ler mais

Portugal acolhe a conferência europeia “Grupos Operacionais PEI-AGRI: Inovação na prática” em maio

03-01-2024

A conferência “Grupos Operacionais PEI-AGRI: Inovação na prática” realiza-se em Portugal de 6 a 8 de maio de 2024, no Centro de Congressos do Estoril. A Rede Nacional PAC, suportada pela Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, é parceira na organização deste evento de responsabilidade da EU CAP Network (Rede PAC da União Europeia).

Ler mais

Estudo liderado por investigadora do CERNAS-ESAC conclui que o Eucalipto não consome mais água do que o Pinheiro Bravo

eucalyptus 2711285 640Um estudo liderado por Anne-Karine Boulet, investigadora do Centro de Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade (CERNAS) – Escola Superior Agrária do Politécnico de Coimbra, demonstra que as plantações de eucalipto (Eucalyptus globulus Labill) podem não consumir mais quantidade de água do que os povoamentos adultos de pinheiro bravo (Pinus pinaster Aiton).

O trabalho levado a cabo teve como objetivo identificar diferenças nos processos hidrológicos de duas pequenas bacias florestais com área inferior a 1km2, uma delas dominada por pinheiros bravos com idade superior a 20 anos e a outra dominada por eucaliptos de várias idades, e cobre 6 anos de estudo, de 2010 a 2016. Foi desenvolvido em bacias com características físicas semelhantes, localizadas no Centro-Norte de Portugal, mais concretamente na Serra do Caramulo, com clima mediterrânico húmido e rocha mãe de xisto.

A medição contínua da precipitação e do caudal dos cursos de água permitiu calcular o balanço hídrico das duas bacias e também analisar a sua resposta aos episódios de chuva, bem como estabelecer corelações entre vários parâmetros, nomeadamente características da precipitação, taxas de evapotranspiração, humidade do solo, escorrência superficial e cobertura do solo.

Os valores totais da precipitação oscilaram entre 1000 e 2000mm por ano, enquanto os valores de caudal de rio sofreram variações inter-anuais muito maiores, de 200mm/ano nos anos mais secos, até 1400mm/ano nos anos mais húmidos, traduzindo-se num forte aumento das taxas de evapotranspiração em ambas as bacias nos anos mais secos. Os coeficientes de escoamento da água dos ribeiros (percentagem do caudal em relação à precipitação) passaram de cerca de 60% nos anos mais húmidos para 20% nos anos mais secos, sendo os valores registados, no geral, ligeiramente mais elevados para a bacia hidrográfica com povoamentos de eucalipto. Em termos de sazonalidade, e sendo que em média 40% da precipitação ocorreu no inverno, mais de metade do caudal anual do rio fluiu nessa estação devido ao elevado coeficiente de escoamento, que decorre da saturação de água nos solos, dos rápidos movimentos dos fluxos de água subterrâneos e das características de superfície do solo. No outono, embora as chuvas tenham totalizado 30% dos valores anuais, o caudal sazonal dos ribeiros representou apenas 15% do total anual, associado a coeficientes de escoamento mais baixos, resultantes da baixa humidade dos solos, que não permite a transferência rápida dos fluxos de água para os ribeiros. Apenas 2 a 3% do caudal dos ribeiros fluiu durante o verão em ambas as bacias, devido à fraca pluviosidade, altos coeficientes de evapotranspiração e secura dos solos.

Os valores totais anuais de evapotranspiração (em mm) foram relativamente constantes durante o período de estudo, não apresentando uma correlação significativa com a precipitação anual total, indicando que mesmo nos anos mais secos, os povoamentos não chegaram a entrar em stress hídrico.

A evapotranspiração média anual da bacia com predominância de pinheiros foi de 907 mm, maior do que na bacia povoada integralmente com eucaliptos (739 mm), mostrando que povoamentos de pinheiro com mais de 20 anos consomem mais água do que uma mistura de povoamentos de eucalipto de idades variadas. Ao longo dos 6 anos, as taxas de evapotranspiração anuais variaram entre 37% a 78% nos pinhais e entre 34% a 73% nos eucaliptais, entre o ano mais chuvoso e o mais seco, o que, para Anne-Karine “levanta preocupações quanto ao impacto das alterações climáticas na disponibilidade de água durante os períodos mais secos nas áreas montanhosas das regiões com climas mediterrânicos”.

Atendendo a que os resultados obtidos no estudo vêm contrariar a ideia pré-concebida de que o eucalipto consome mais água que o pinheiro, a coordenadora da investigação alerta para a “importância do tipo de floresta existente”, salvaguardando, no entanto, que os resultados obtidos foram validados para condições muito específicas de clima e de solo e não são se podem generalizar a todo o território.

As conclusões do estudo encontram-se publicadas no artigo “Hydrological Processes in Eucalypt and Pine Forested Headwater Catchments within Mediterranean Region”, publicado na Revista Water 2021, edição especial “Impact of Land-Use Changes on Surface Hydrology and Water Quality”, da MDPI, disponível em https://www.mdpi.com/2073-4441/13/10/1418.

Embora tenha sido publicado muito recentemente, este artigo é o resultado da investigação efetuada por Anne-Karine Boulet no âmbito da sua tese de Doutoramento, realizada na Universidade de Aveiro, com orientação de Celeste Coelho e Jan Jacob Keizer (CESAM) e António Dinis Ferreira (CERNAS-ESAC).

PEPAC nacional peq

 

logotipo akis pequeno

Plataforma
AKIS Portugal

 

Website

Inovação na Agricultura

 

emRede newsletter icon

Newsletters

 

  Plano Nacional da Alimentação Equilibrada e Sustentável

 Projeto 

AproximaR - Produzir
e Consumir Localmente

aproximar site icone

 

 

Bolsa de Iniciativas PRR

Bolsa de Iniciativas PRR

  

Agenda de eventos

 

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
8
15
16
17
20
24
25
26
28
29
30

 

 

Redes Rurais EU   
   
Comissão Europeia

 

 

 
 
Portugal 2020
PDR 2020
Prorural
Proderam2020
Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral (GPP)
Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas,I.P - IFAP