pten
  • 14
  • 11
  • 7
  • 20
  • 1
  • 10
  • 12
  • 5
  • 13
  • 9
  • 4
  • 13
  • 12
  • 3
  • 8
  • 11
  • 15
  • 6
  • 2
  • 14

emRede - folha informativa

Redes Rurais EU 

 

Rede ENRD

 

EIP-AGRI

  

 Presidencia UE PT21

  

 

  

 WhatHorizon2020

Portugal 2020

  

PDR 2020

  

Prorural

  

Proderam2020

 gpp

IFAP

 Em destaque

Lançamento da Revista do Centro de Competências para a Dieta Mediterrânica “Paisagens Alimentares”

13-01-2021

Foi publicado online o primeiro número da Revista do Centro de Competências para a Dieta Mediterrânica (CCDM). A revista é de âmbito nacional e pretende contribuir para o debate e reflexão sobre a Dieta Mediterrânica nas suas diversas dimensões. Procura, ainda, dar visibilidade a projetos e iniciativas relevantes ou inovadoras e contribuir para uma intervenção mais qualificada no sentido da salvaguarda e revitalização da Dieta Mediterrânica. O titulo do primeiro número da revista é “Paisagens Alimentares”.

Ler mais

Obrigado e Boas Entradas em 2021

31-12-2020

A Rede Rural Nacional vem agradecer as muitas mensagens recebidas nesta quadra festiva e retribuir a todos os seus parceiros e amigos os votos de um excelente Ano de 2021, repleto de oportunidades e conquistas!

Ler mais

Plano Estratégico da PAC 2023-2027: Consulta alargada alargada até 8 de janeiro de 2021

18-12-2020

Encontra-se aberta a primeira fase do processo de consulta alargada do Plano Estratégico de Portugal no âmbito da Política Agrícola Comum, para o período 2023-2027. Convida-se à participação e envio de contributos até 8 de janeiro de 2021.

Ler mais

Webinar junta parceiros para discutir Dieta Mediterrânica

11-11-2020

O Centro de Competências da Dieta Mediterrânica (CCDM) e a Câmara Municipal de Tavira (CMT), em colaboração com a Universidade do Algarve (UAlg) e as Direções Regionais de Agricultura e Pescas do Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, e Alentejo, organizaram, no dia 30 de outubro, uma sessão de divulgação online sobre o potencial da Dieta Mediterrânica (DM) na promoção da coesão e desenvolvimento sustentável dos territórios.

Ler mais

Conferência "Do Prado ao Prato" debate sistemas alimentares sustentáveis

21-10-2020

A Conferência Do Prado ao Prato - Construir em conjunto sistemas alimentares sustentáveis (Farm to Fork Conference - Building sustainable food systems together) realizou-se nos últimos dias 15 e 16 de outubro de 2020 e tratou-se de um encontro anual de entidades europeias interessadas em ajudar a construir o caminho da UE para sistemas alimentares mais sustentáveis.

Ler mais

Aprovado Acordo sobre Orientação Geral do Conselho para a Reforma da PAC

21-10-2020

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, participou nos dias 19 e 20 de outubro, no Luxemburgo, no Conselho de Ministros de Agricultura da União Europeia. Após uma longa ronda negocial entre os 27 Estados Membros, foi alcançado um acordo relativo à aplicação da Política Agrícola Comum (PAC) para o próximo ciclo de programação.

Ler mais

Aprovada a Agenda de Inovação para a Agricultura 2020-2030

13-10-2020

Foi publicada a Resolução do Conselho de Ministros n.º 86/2020, de 13 de outubro de 2020, que aprova a Agenda de Inovação para a Agricultura 2020-2030, a qual tem como propósito fazer crescer a Agricultura, de forma sustentável e baseada na inovação.

Ler mais

Programa Alimentar Mundial, das Nações Unidas, vence o Nobel da Paz de 2020

09-10-2020

O prémio Nobel da Paz de 2020 foi atribuído hoje ao Programa Alimentar Mundial, das Nações Unidas, “pelos seus esforços no combate à fome, pelo seu contributo para melhorar as condições pela paz em zonas atingidas por conflitos e por agir como uma força motriz nos esforços para prevenir o uso da fome como uma arma de guerra e de conflito”. O Programa Alimentar Mundial, com sede em Roma,  foi criado em 1961 e é a maior organização no planeta a promover a segurança alimentar. Todos os anos presta assistência a cerca de 90 milhões de pessoas em mais de 80 países. Para ...

Ler mais

Terra Futura - Agenda de Inovação para a Agricultura 20 | 30

11-09-2020

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, apresentou hoje, na Agroglobal, a Terra Futura - Agenda de Inovação para a Agricultura 20 | 30, a qual pretende nortear a estratégia e as políticas do setor. Para saber mais.  

Ler mais

Comissão Europeia lança consulta pública sobre visão a longo prazo para as zonas rurais

08-09-2020

A Comissão Europeia lança hoje uma consulta pública sobre a sua nova iniciativa: uma visão a longo prazo para as zonas rurais. O objetivo desta consulta é recolher pontos de vista acerca das oportunidades e desafios atuais nas zonas rurais, das aspirações destas zonas e das ações necessárias para as concretizar.

Ler mais

Foi criada uma escola de queijeiros na região Centro

escola queijeirosA sessão pública de abertura da escola de queijeiros decorreu ontem em Castelo Branco e os 21 formandos vão receber formação nas Escolas Superiores Agrárias de Castelo Branco e de Viseu. A formação decorre no âmbito do Programa de Valorização da Fileira dos Queijos da Região Centro e pretende a capacitação para o conhecimento das principais técnicas de produção de queijo de Denominação de Origem Protegida (DOP), nas regiões da Serra da Estrela, Beira Baixa e Rabaçal.

Para as 20 vagas disponíveis, foram recebidas 58 candidaturas que foram sujeitas a um processo de seleção. No total foram admitidos 23 formandos e matriculados 21 – 11 pertencentes à DOP da Beira Baixa, sete à DOP da Serra da Estrela e três à DOP do Rabaçal.

A ação é coordenada pelos Institutos Politécnicos de Castelo Branco e de Viseu e a formação vai ser ministrada pelas respetivas Escolas Superiores Agrárias destas duas instituições públicas de ensino superior.
“Este projeto é um dos melhores exemplos de coesão. Temos que voltar a ser um país produtor e temos que qualificar e restabelecer o que já temos e não andar a fazer multiplicações desnecessárias”, afirmou a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

A governante, que se deslocou a Castelo Branco, para presidir à sessão pública de abertura da escola de queijeiros, sublinhou que este tipo de iniciativas não produz efeitos imediatos, precisam de tempo para apresentarem resultados.

Realçou ainda o papel que as câmaras municipais tiveram neste projeto, bem como as instituições de ensino superior público, nomeadamente, os dois institutos politécnicos envolvidos, o de Castelo Branco e o de Viseu.
Ana Abrunhosa sublinhou também a importância que o Governo quer e está a dar aos setores agroalimentar e agroindustrial e à importância que estes têm para o país, onde o Centro de Apoio Tecnológico Agro-Alimentar (CATAA) instalado em Castelo Branco tem um papel fundamental.

Boa aplicação “dos fundos regionais”

Já a presidente da Associação do Cluster Agroindustrial do Centro (InovCluster), Cláudia Domingues Soares, referiu que este projeto é um bom exemplo da aplicação dos fundos regionais. Sublinhou que no âmbito do concurso Vale Pastor foram atribuídos 15 vales no valor de 5.000 euros.

Trata-se de um concurso que visa atribuir um prémio monetário no valor de 5.000 euros a empreendedores que tenham concluído com sucesso a iniciativa Escola de Pastores, já instalados ou que se queiram instalar na atividade da agropastorícia para produção de leite e seu fornecimento a queijarias que produzam queijos com DOP na região Centro.

Já sobre o concurso Vale Pastor+, vão ser atribuídos 115 vales no valor de 2.500 euros, a empreendedores produtores de leite, que forneçam ou que queiram passar a fornecer este produto a queijarias com produção de queijo com DOP e que apresentem o leite de melhor qualidade.

“As escolas (de pastores e de queijeiros) são iniciativas que entendemos que deveriam repetir de uma forma sistemática”, defendeu.

O Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro iniciou-se em 01 de janeiro de 2019, envolve um investimento total de 2,7 milhões de euros, sendo que 2,3 milhões correspondem a este programa, financiado em 85% pelo Centro 2020, e 428 mil euros dizem respeito à iniciativa Rota Turística e Gastronómica Queijos da Região Centro, financiada em 65% através do Valorizar.

Na globalidade, o projeto envolve um total de 14 entidades da região Centro, das quais quatro comunidades intermunicipais (Beira Baixa, Beiras e Serra da Estrela, Região de Coimbra e Viseu Dão Lafões), cinco associações do setor, dois institutos politécnicos (Castelo Branco e Viseu) e o Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior.

A iniciativa abrange a produção de queijos DOP da Serra da Estrela, da Beira Baixa e do Rabaçal.

Notícia originalmente publicada em Mundo Português.

Plataforma

Alimente quem o Alimenta 

veg by freepik from flaticon

 

Website 

Inovação na Agricultura

   

 

Opinião num minuto

 

BolsaNacionalTerras

Guia de apoio à criação de microempresas

 

guiaapoioExpAg

      

 SAAF

 

  Parceria Portuguesa para o Solo 

 

produtos tradicionais

 

 

Pordata